Texto sobre a psicologia

    Texto sobre a psicologia

A Psicologia é uma ciência preocupada com o Homem na sua ligação consigo próprio, com os outros e com o mundo. Neste sentido, ela procura investigar diversas áreas que permitem, por um lado, explicar e compreender melhor o comportamento humano e, por outro, pôr em prática esse saber de forma a melhorar o desenvolvimento e a qualidade de vida dos indivíduos e das populações. É uma ciência bastante complexa, por isso, é bastante difícil de estuda-la, pois tem vários ramos, ou seja, é interdisciplinar.
A Psicologia permite desenvolver um conjunto de saberes, atitudes e competências necessárias ao trabalho com grupos de indivíduos, com organizações e com comunidades. Além disso, podemos conhecermo-nos melhor a nós próprios, compreender os nossos comportamentos e as nossas reacções e identificar os fundamentos desses comportamentos. De facto, o conhecimento de nós próprios e a capacidade de compreender os outros estão intimamente relacionados.
A psicologia aborda várias áreas nomeadamente a Psicologia Geral é o estudo dos processos mentais e das formas de comportamento comuns a todos os seres humanos. A essa área da psicologia estuda: os processos de aprendizagem (psicologia da aprendizagem); as emoções/afectos; os pensamentos, a memória, a cognição e os processos de solução de problemas, a motivação e os processos de tomada de decisão, a linguagem (psicolinguística), e a percepção; a Psicologia diferencial ou psicologia da personalidade é a parte da psicologia que se dedica às características psicológicas em que os seres humanos se diferenciam. Os seus principais temas são: a personalidade, a inteligência, o temperamento, as competências individuais. Completamente ligada a ela está a psicometria, que é o estudo dos métodos adequados de medir essas características; a Psicofisiologia ou psicologia biológica é o estudo da ligação entre processos corporais (cerebrais e do sistema nervoso (neuropsicologia), hormonais, etc.) e os processos mentais. Ligada a ela encontra-se a neurociência; a Psicologia social é o estudo do comportamento e dos processos mentais do indivíduo em grupos; a Psicologia do desenvolvimento é o estudo do desenvolvimento e das transformações que o comportamento e os processos mentais passam no decorrer da vida. A psicologia do desenvolvimento divide-se por sua vez em duas grandes áreas: a mais antiga psicologia do desenvolvimento infanto-juvenil, que se dedica ao desenvolvimento nessa faixa etária e a mais recente psicologia do desenvolvimento no decorrer da vida, que se dedica às mudanças que ocorrem na idade adulta, desde a juventude até a idade mais avançada; a Psicologia cultural comparada é o estudo das diferenças de comportamento e de processos mentais entre pessoas de diferentes culturas. A ela muito próxima encontram-se a psicologia cultural, que é o estudo do papel da cultura na formação do comportamento e dos processos mentais, e a psicologia intercultural, que estuda o contacto entre pessoas de diferentes culturas; a Pesquisa aplicada é a parte da ciência que se dedica à solução de problemas práticos com base no conhecimento teórico obtido pela pesquisa básica. Na psicologia recebe o nome de psicologia aplicada e toma as seguintes formas: a Psicologia do trabalho e das organizações dedica-se ao estudo do comportamento e dos processos mentais no ambiente de trabalho; a Psicologia clínica dedica-se ao estudo dos problemas de comportamento e dos processos mentais, com as suas áreas ainda mais práticas: a intervenção, que engloba a psicoterapia, a psicologia da reabilitação e o aconselhamento psicológico, e o trabalho de diagnóstico. Tematicamente próximas estão: a psicanálise, a psiquiatria, a psicofarmacologia e a psicopatologia; a Psicologia pedagógica é o estudo da aplicação do conhecimento psicológico ao ensino, tanto de crianças como de adultos. Uma subdisciplina específica é a psicologia educacional, direccionada ao ensino escolar
Outras áreas aplicadas, por exemplo, à Comunicação Interpessoal, ao comportamento sexual, à agressividade, ao comportamento em grupo, ao sono e ao sonho, ao prazer e à dor, à Publicidade, à selecção e ao treino de pessoal em empresas, à prevenção de doenças, à formação de pessoas que devem trabalhar com pessoas de outra cultura, à integração de imigrantes ou outros grupos à sociedade, à organização do tráfego, etc., além de todos os outros processos psíquicos e comportamentais não citados.
As diferentes áreas da psicologia não indicam tantas áreas temáticas separadas, mas antes perspectivas de procura. Assim um mesmo tema – por exemplo medo – pode ser estudado de diferentes perspectivas por psicólogos das diferentes áreas.
Para além dessas áreas existe ainda: Psicologia Ambiental, Psicologia Comparada, Psicologia Clínica, Psicologia Comunitária, Psicologia da Moda, Psicologia da Saúde, Psicologia dos Grupos, Psicologia social, Psicologia e antropologia, Psicologia Económica, Psicologia Educacional, Psicologia Desportiva, Psicologia Experimental, Psicologia Hospitalar, Psicologia Industrial, Psicologia Integral, Psicologia Jurídica Psicologia e toxicomanias e Psicoterapias. Um trabalho de grupo foi realizado sobre este ramo e nesse trabalho podia-se observar o quanto a psicologia era importante para compreender cada vez mais o comportamento do sexo feminino.

~ por Cátia em Fevereiro 17, 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: